Raridades

Dos discos (LP’s) que foram minha trilha sonora quando pequeno…claro, só uma pequena amostra de tudo que ouvi, mas significativo o suficiente para estar aqui.

1. Renascer Praise – Volume 1

“Eu sei que estás comigo Senhor ainda que meus pensamentos gritem não” parte da letra de umas das canções, além de “Bom estarmos aqui”, “Digno de Louvor”, entre outros.

2. Guilherme Kerr – Adoração Comunitária

Foi nele que ouvi “Essência de Deus”, “Permanecer” e “Salmo 139”

3. Comunidade da Graça – Tudo se fez novo

Primeira vez que ouvi “Grande é o Senhor” e “Ele é exaltado” com Adhermar de Campos

4. Katsbarnea – Katsbarnea

“Apocalise now” e “Extra Extra”

5. Amy Grant – Unguarded

Senhora Grant continua em plena atividade. Deve ter 40 anos só de carreira, rsrsr. Embora, o melhor disco de sua carreira ainda estaria por vir, “House of love”.

6. Banda Rara – Humanidade

“Humanidade perdida/tentando se encontrar/buscam resposta na vida/pra que todos problemas um dia possam terminar” da canção título e como esquecer “Estrela da manhã” no arranjo clássico com mudança de tom…

Nossa realidade

A grande luta, minha, e de várias pessoas que trabalham com música e que tenham feito algum sucesso com isso, é de não perder a noção de quem tu é mesmo. Eu tive que viajar lá pro fim do mundo, sabe?!, e tocar pra quem não me conhece mesmo pra, as vezes, alcançar uma coisa que já estava dentro de mim. Tu vai perdendo muito desse toque de realidade […]. Nossa realidade é bem próxima do cara que ouve. Ninguém ficou rico, ninguém ficou hiper famoso […]

Estas são palavras de Lucas Silveira, vocalista da Fresno, no seu projeto paralelo “Beeshop” para o “Rock Estrada” do Multishow.

Fiquei pensando em quantos músicos que tocam em igrejas construiram reinos para si mesmo e perderam a tal noção que o Lucas cita acima. Esses caras, não fazem arte, fazem música para inflar ainda mais seus egos. Talvez, se você não for músico, minhas considerações sejam estranhas, mas penso que “nossa realidade” é a mesma da pessoa que senta naqueles bancos para nos ouvir “adorar”…Quando perdemos essa noção, precisamos de um toque de realidade.

Escrevendo o futuro

Em 6 dias dá pra fazer tanta coisa, não?!?!

Design de exteriores

Minha admiração por artistas como estes beira  a inveja, rs

ELECTROSHOCK

facebook.com/Electroshockmovie

Directed by Hugo JACKSON, Pascal CHANDELIER, Valentin MICHEL, Bastien MORTELECQUE and Elliot MAREN.

With the voices of Christophe LEMOINE, Ariane AGGIAGE, Michel VIGNE, Laetitia BARBARA, Philipe PEYTHIEU and Véronique AUGEREAU.

Music by Thierry JAOUL, Jose VICENTE and Hugo JACKSON

Mixed by Jose VICENTE and Yoann PONCET, Studio des Aviateurs.

ESMA Ecole Supérieure des Métiers Artistiques 2011

Simples assim…

Há quem troça o nariz para este tipo de arte….

Macacos me mordam

Nos últimos dias tenho recebido vídeos de arte que PRECISO compartilhar com vcs…

Entradas Mais Antigas Anteriores

%d blogueiros gostam disto: