Glacial desamor

Nos últimos dias, “Reforma” tem sido uma música capaz de me incomodar e a sua repetição no meu player é necessária para me chamar a atenção ao que vale, ao que presta e ao que serve nestes tempos de consumo. Abaixo a poesia de Lucas Souza introduzida na canção que você ouve mais abaixo.

O que vale
O que serve
O que presta
O que é
Neste tempo de consumo
Quanto vale sua fé
Seus joelhos
Suas palavras
Quanto vale sua canção
Do que vale a esperança
Frente toda escuridão
Muito tempo
Fui seguindo
Questionando meu caminho
Muito tempo procurando
A resposta pro vazio
De repente… De repente
Vi ao longe despontar
Uma luz revigorante
Uma luz a elucida
Era o sol
Se aproximando
Era a luz a me cercar
Quando no escuro
Não pensava que ira encontrar


Site do artista: http://lucassouza.wordpress.com/

Anúncios

3 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Davi
    fev 17, 2011 @ 13:49:57

    Recomendo ouví-la. Muito boa!

    Responder

  2. Ricardo Talles
    fev 18, 2011 @ 14:34:42

    Agora sim, ô pessoal do contra, dá pra ouvir a música.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: