Escravizados pelo desejo

Tem muita gente que vive escravizada pelas ofertas de possibilidades, sou uma delas.  Desde pequenos, somos ensinados a saciar nossas vontades com um simples berro. um grito alto, sensação de urgência. Bombardeados pelo desejo de consumir lançamo-nos na busca da satisfação de nossos desejos. Entrar na aventura do ter, do possuir é cair no dilema: enquanto não tenho aquilo que quero, sou vazio, incompleto e quando consigo aquilo que quero, algo novo será meu  desejo de consumo. Queremos ser ricos, famosos, influentes, cheios de amor, cercados por amigos, felizes, bem sucedidos, nossos desejos não encontram limites… O que não contam pra nós é que NÃO TEREMOS tudo o que desejamos. Vamos experimentar o tédio e o fracasso na maior parte de nossos empreendimentos e  relacionamentos.

Aquele que já cai na armadilha do desejo, defende-se argumentando que precisa ter isso ou aquilo para ser isso ou aquilo. Porém, até mesmo o desejo é construído por um sem número de estratégias sociais e mercadológicas (discursos ideológicos) que seguem outra agenda que não a sua. Sendo assim, pensando em níveis de tentação , temos a necessidade saciar desejos fisiológicos, a necessidade do corpo. Em seguida, a dimensão da vontade de ser o centro do universo, de ter orbitando em torno de seu ego, um sem número de pessoas, necessidade da alma (?!). E finalmente, o legítimo desejo por eternidade, colocada ali pelo dono do universo (espírito). Não escolhemos desejar a eternidade. Somos assim, não desejamos morrer, não conseguimos gerenciar perdas, frustrações.

 

Anúncios

3 Comentários (+adicionar seu?)

  1. Gabriela Rodrigues
    fev 08, 2011 @ 11:40:25

    Somos eternos insatisfeitos, amigo! Esse é o conceito mais básico dos seres humanos…. Não temos limites e nossos anseios nunca tem fim…. Nada nunca está bom o suficiente, tem sempre algo que pode preencher aquele espaço vazio….. Enfim!
    Amoooo ler seu blog…. Assim como amava nossas conversas sem noção na facu!
    Bjooooo

    Responder

  2. Bruna Caroline
    mar 15, 2011 @ 16:56:54

    Essa é a essência humana… Desejar o inalcansável e se entediar quando alcança… É, eu sei bem o que é isso, uahuhauahuauaha. Ótimo texto, viu?

    Beijão.

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: